Está aqui

7.ª Edição do Concurso Todos Contam - Candidaturas até 12 de outubro

7.ª Edição do Concurso Todos Contam - Candidaturas até 12 de outubro

CONSELHO NACIONAL DE SUPERVISORES FINANCEIROS

Estão abertas as candidaturas para a 7.ª edição do Concurso Todos Contam. As escolas podem submeter a concurso os seus projetos de educação financeira para o ano letivo de 2018/2019 até ao dia 12 de outubro de 2018, através do endereço eletrónico concurso@todoscontam.pt.

O Concurso Todos Contam distingue os melhores projetos de educação financeira a implementar nas escolas. É organizado pelo Conselho Nacional de Supervisores Financeiros – Banco de Portugal, Comissão do Mercado de Valores Mobiliários e Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões – e pelo Ministério da Educação, através da Direção-Geral da Educação e da Agência Nacional para a Qualificação e o Ensino Profissional.

A 7.ª edição do concurso dirige-se a projetos a serem implementados, no ano letivo 2018/2019, em agrupamentos de escolas, escolas não agrupadas, estabelecimentos do ensino particular e cooperativo e escolas profissionais que ministrem a educação pré-escolar e o ensino básico e secundário.

Prémios

Serão atribuídos cinco prémios, no valor de 1000 euros em livros e materiais escolares: um para a educação pré-escolar, um por cada um dos três ciclos do ensino básico e um para o ensino secundário.

O Júri pode igualmente atribuir um prémio de continuidade, destinado a reconhecer projetos plurianuais de escolas ou agrupamentos de escolas que tenham participado no Concurso Todos Contam ao longo de três edições consecutivas.

A entrega dos prémios será faseada: metade do valor do prémio será atribuída após o anúncio oficial dos vencedores, no evento dirigido às escolas de comemoração da Semana da Formação Financeira 2018 (de 29 de outubro a 2 de novembro), e o restante após o final do ano letivo 2018/2019, mediante prova da efetiva implementação dos projetos.

Tendo por base o Referencial de Educação Financeira para a Educação Pré-Escolar, o Ensino Básico, o Ensino Secundário e a Educação e Formação de Adultos, os projetos candidatos devem sensibilizar os alunos para a importância dos conhecimentos financeiros no quotidiano, desenvolver conhecimentos e capacidades financeiras, promover comportamentos e atitudes financeiras adequados, criar hábitos de poupança e divulgar o portal do Plano Nacional de Formação Financeira – “Todos Contam”.

A avaliação dos projetos a concurso terá em consideração a qualidade pedagógica e científica no desenvolvimento de temáticas do Referencial de Educação Financeira, a criatividade e a relevância, o envolvimento da comunidade escolar, a viabilidade e a exequibilidade, a criação e utilização de recursos digitais e a utilização dos materiais e da informação disponíveis no portal Todos Contam.

Cada projeto deve candidatar-se apenas a um nível de educação/ciclo de ensino:

· Educação pré-escolar;

· 1.º ciclo do ensino básico;

· 2.º ciclo do ensino básico;

· 3.º ciclo do ensino básico; ou

· Ensino secundário.

Consulte o regulamento do Concurso Todos Contam e a ficha de projeto.

Portal da Direção-Geral da Educação - Educação para a Cidadania http://www.dge.mec.pt/educacao-financeira

O Referencial de Educação Financeira pode ser consultado em: http://www.dge.mec.pt/educacao-financeira

Portal do Plano Nacional de Formação Financeira: https://www.todoscontam.pt/noticias/setima-edicao-do-concurso-todos-contam-candidaturas-ate-12-de-outubro

Portal da Agência Nacional para a Qualificação e o Ensino Profissional, I.P..