Está aqui

Iniciativas de Educação para o Desenvolvimento

Iniciativas de Educação para o Desenvolvimento

1. Aprender para o Desenvolvimento

Iniciativa que visa implementar projetos escolares transdisciplinares de Educação para o Desenvolvimento e Cidadania Global, partilhando metodologias, formando professores e profissionais do ensino, comunicando, criando novos materiais pedagógicos, promovendo o intercâmbio de experiências educativas, mobilizando e envolvendo as escolas e comunidades escolares em estratégias municipais de Educação para a Cidadania Global no ensino básico.

Entidade responsável:
União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa (UCCLA)

Saber mais
http://www.uccla.pt

 

2. Atividades de sensibilização e divulgação da organização e de temas relacionados com ED

O projeto Escolinhas Solidárias surgiu quando a Sol sem Fronteiras sentiu a necessidade de começar a despertar a consciência dos mais novos para as temáticas de solidariedade, equidade, justiça e inclusão. Trata-se de uma iniciativa essencialmente direcionada para alunos do 2º e 3º ciclo e consiste, geralmente, numa sessão com cerca de noventa minutos com uma parte teórica e uma mais prática. As atividades são realizadas em escolas, bastando para o efeito contatar a Associação conforme indicação existente no seu site.

Entidade responsável:
Sol Sem Fronteiras (SOLSEF)

Saber mais
http://www.solsef.org/projetos/educacao-para-o-desenvolvimento/projeto-escolinhas-solidarias/
info@solsef.org

 

3. Campanha Global pela Educação (CGE)

Coligação internacional de organizações da sociedade civil e ONGs, de sindicatos do mundo educativo, centros escolares e movimentos sociais diversificados, criada com o objetivo de exigir dos governos que garantam o direito à educação para todas e todos.

Em Portugal, a CGE é implementada por uma plataforma de organizações da sociedade civil e tem por objetivo principal mobilizar os membros da comunidade educativa para que exerçam uma cidadania mais ativa e exigente em relação aos compromissos políticos para se atingirem as Metas de Educação para Todos/as e o ODM 2 – alcançar o ensino primário universal.

Esta coligação internacional de organizações desenvolve Campanhas concorrentes para um desígnio mundial – exigir dos governos a garantia do direito à educação para todas e todos, concretizando o ODM 2 o de alcançar um ensino primário universal. As campanhas integram atividades específicas com vista ao seu sucesso, bem como manuais caraterizadores, a diversos níveis, dessas campanhas. Em 2013 a campanha é Cada Criança Precisa de um Professor.

Entidades responsáveis:

AIDGLOBAL – Acão e Integração para o Desenvolvimento Global;
Associação PAR – Respostas Sociais;
CNASTI – Confederação Nacional de Acão sobre o Trabalho Infantil;
Comité Português para a UNICEF;
Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico do Porto (ESE-IPP);
Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (ESE-IPVC);
Fundação Gonçalo da Silveira (FGS);
Instituto de Solidariedade e Cooperação Universitária (ISU) – Núcleo de Viseu; Rosto Solidário;
União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa (UCCLA)

Saber mais
http://www.educacaoparatodos.org
https://www.facebook.com/educacaoparatodos
campanha.global.educacao@gmail.com

 

4. Dinamização de atividades de ED nas escolas

No seguimento do Projeto Escola Mundo (2009-2012), de âmbito europeu, e de outros projetos desenvolvidos pelo Instituto Marquês de Valle Flôr (IMVF) nos anos anteriores, é muitas vezes solicitado ao IMVF que participe ou dinamize atividades pedagógicas nas escolas com as quais já colaborou no passado. Tendo em conta a sustentabilidade dos projetos e das ações de Educação para o Desenvolvimento (ED), o IMVF responde afirmativamente a esses pedidos dinamizando atividades nas escolas.

Entidade responsável
IMVF – Instituto Marquês de Valle Flôr

Saber mais
www.escolamundo.org
http://pt.educationforsocialjustice.org/

 

5. M-Igual? – site e newsletter

Ferramenta que permite apoiar, partilhar e divulgar o trabalho efetuado para e nas escolas no âmbito da Educação para o Desenvolvimento, numa perspetiva de transmissão de valores de cidadania e de compreensão mais profunda do mundo interdependente em que vivemos (nomeadamente das causas das situações de injustiça e desigualdade) para a construção de um mundo mais justo, equitativo e solidário.

Entidade responsável
Fundação Gonçalo da Silveira (FGS)

Saber mais
http://www.m-igual.org

 

6. Move-te pela Mudança

Programa que visa a sensibilização e mobilização dos jovens cristãos como agentes de mudança e de transformações positivas, na realidade local e global, e que pretende inspirar processos de aprendizagem de reflexão-ação interligando Cristianismo, Desenvolvimento Humano Integral e Cidadania Global.

Teve numa primeira fase como objetivo envolver os alunos da disciplina de Educação Moral e Religiosa Católica do ensino secundário, tendo-se concebido e testado seis guiões de apoio às Unidades Letivas da disciplina, integrando diversos temas e dinâmicas de Educação para o Desenvolvimento e Cidadania Global no programa da disciplina.

Entidade responsável
Fundação Fé e Cooperação (FEC)

Saber mais
http://www.fecongd.org/projectos_portugal_noticias1.asp?noticiaid=34154&tipo_id=98

 

7. Proposta didática “Conectando Mundos”

Proposta educativa que visa trabalhar temáticas ligadas à Educação para a Cidadania Global através de propostas didáticas apropriadas a diferentes idades. Participam estudantes dos 6 aos 17 anos de escolas de vários países do mundo. Todos os anos há um tema específico, desenvolvido através de uma plataforma digital que potencia um trabalho colaborativo entre as turmas participantes.

Em 2013/2014 o tema é a injustiça alimentar e intitula-se “Sementes para um mundo mais justo”. As inscrições devem ser feitas pelos educadores/as dos vários graus e ramos de ensino diretamente em www.conectandomundos.org, até 13 de janeiro de 2014. As atividades decorrem entre 21 de janeiro e 21 de março de 2014.

Entidades responsáveis
Intermón Oxfam (Espanha);
Oxfam Itália;
Inizjamed (Malta);
CIDAC – Centro de Intervenção para o Desenvolvimento Amílcar Cabral (Portugal)

Saber mais
www.cidac.pt
www.conectandomundos.org

 

8. Reinventar Fronteiras – percursos de proximidade entre atores educativos de Educação para a Cidadania Global (ECG)

Projeto que tem por objetivo fortalecer relações complementares entre atores educativos como vetor de promoção mais articulada e efetiva da ECG na educação escolar, de maneira a poder contribuir para o seu reforço neste âmbito, reconhecendo educadores e educadoras como atores fundamentais e multiplicadores.

Um dos principais resultados do projeto tem sido o processo de co-construção, com um conjunto de educadores e educadoras, de uma Rede de Educação para a Cidadania Global, a qual tem por principal objetivo interligar e motivar diferentes atores em contexto escolar para as práticas e a disseminação de conhecimentos da Educação para a Cidadania Global.

Entidade responsável
CIDAC – Centro de Intervenção para o Desenvolvimento Amílcar Cabral; Fundação Gonçalo da Silveira (FGS)

Saber mais
http://www.fgs.org.pt
www.cidac.pt

 

9. Sessões de sensibilização temáticas sobre o Comércio Justo e o Consumo Responsável

Sessões de informação e debate, utilizando metodologias participativas, a pedido das escolas, que podem realizar-se nas próprias escolas ou no Centro de Recursos do CIDAC (Lisboa).

As sessões podem ser antecedidas pela exibição da exposição “O comércio pode ser justo!” (8 painéis, com guia pedagógico) e acompanhadas por bancas de produtos de Comércio Justo, para venda no local, fornecidos pela Loja de Comércio Justo do CIDAC.

Entidade responsável
CIDAC – Centro de Intervenção para o Desenvolvimento Amílcar Cabral

Saber mais
www.cidac.pt