Projeto “Dever de Memória” participa na Exposição “Candelabro ASM - Aristides de Sousa Mendes: o Exílio pela Vida”

Projeto “Dever de Memória” participa na Exposição “Candelabro ASM - Aristides de Sousa Mendes: o Exílio pela Vida”

O elemento central desta exposição internacional (organizada no âmbito da programação cultural da Presidência Portuguesa do Conselho da União Europeia e que mobilizou pessoas de vários países e organizações como a Sousa Mendes Foundation, de Nova Iorque e o Comité Sousa Mendes, de Bordéus), patente no Museu Nacional Resistência e Liberdade, de Peniche, desde o dia 25 de abril e até 31 de outubro do presente ano, é a vídeo-escultura da autoria de Werner Klotz, intitulada “Candelabro ASM”.

A obra, do ponto de vista artístico e emocional, representa o dilema de Sousa Mendes nos dias que antecederam a sua decisão de emitir vistos para Portugal a refugiados, em Bordéus (em 1940), um ato que mudou a vida de milhares de seres humanos e que teve repercussão na vida pessoal e familiar do Cônsul. 

Esta escultura, idealizada pelo neto de Aristides de Sousa Mendes, Sebastian Sousa Mendes, inspirado nas histórias que desde criança ouvia de pessoas salvas pelo seu avô, foi concretizada pelo referido artista, com o objetivo de homenagear a coragem e a grandeza do gesto do cônsul.

Integra a referida exposição um conjunto de painéis, organizado pelo Comité Sousa Mendes, que apresenta uma súmula do contexto histórico em que este humanista agiu, assim como a sua história de coragem e amor à humanidade.

A equipa do projeto UNESCO “Dever de Memória - jovens pelos direitos humanos” do Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal, constituída pelas docentes Dores Fernandes e Josefa Reis, foi convidada pela Sousa Mendes Foundation, através da Leah Rosenfeld Sills, a integrar o grupo de trabalho, conjuntamente com a investigadora Cláudia Ninhos, do Instituto de História Contemporânea da Universidade Nova de Lisboa, para a elaboração de um guia didático a incluir no site do Museu Nacional Resistência e Liberdade, com o objetivo de orientar a visita a esta mostra artística e educativa. Desta cooperação nasceu uma brochura educativa que se constitui como uma ferramenta pedagógica a ser utilizada por professores e alunos, uma vez que inclui dados biográficos de Aristides de Sousa Mendes, enquadramento histórico, galeria fotográfica, excertos de documentos históricos e a síntese do reconhecimento nacional e internacional. A brochura inclui ainda uma explicação acerca da vídeo-escultura da autoria de Werner Klotz, intitulada “Candelabro ASM” e um questionário orientado para os seguintes níveis: 

- Nível 1 (dos 6 aos 12 anos);
- Nível 2 (dos 12 aos 15 ou mais anos).

Este é um recurso que se enquadra no âmbito do currículo nacional, por possibilitar o desenvolvimento quer das Aprendizagens Essenciais de várias áreas disciplinares, (por exemplo, História e Cidadania e Desenvolvimento), quer de competências previstas no Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória, alicerçadas  numa base humanista que propicia a construção de uma sociedade mais justa, centrada na pessoa, na dignidade humana e na defesa dos Direitos Humanos.

Link para o Museu:
http://www.museunacionalresistencialiberdade-peniche.gov.pt/pt/exposicoes/candelabro-asm-aristides-de-sousa-mendes-o-exilio-pela-vida/ 

Link para a brochura:
https://www.flipsnack.com/DMASM/aristides-de-sousa-mendes-guia-educativo.html