Conselho de Educação, Bruxelas, 8 novembro

Conselho de Educação, Bruxelas, 8 novembro

Na sequência do último Conselho de Educação, realizado no dia 8 de novembro de 2019, em Bruxelas, em que se refletiu acerca da importância do capital humano enquanto alicerce do bem-estar na Europa, foram apresentadas as “Conclusões do Conselho sobre as políticas de aprendizagem ao longo da vida”, assim como a “Resolução relativa à prossecução do desenvolvimento do Espaço Europeu da Educação”.

Estes dois documentos espelham o propósito do Conselho Europeu de intensificar o investimento nas competências individuais e na educação, no quadro, não só, da competitividade, da inovação e da empregabilidade, mas também, da cidadania ativa, da inclusão social, da coesão e do desenvolvimento pessoal, de acordo com a nova Agenda Estratégica 2019-2024. Neste sentido, os percursos flexíveis, personalizados e contínuos de aprendizagem ao longo da vida constituem-se como uma garantia de um crescimento inclusivo e sustentável, em resposta às mudanças tecnológicas e climáticas atuais.

Importa referir que as conclusões e a resolução em destaque, as quais estão publicadas no Jornal Oficial da União Europeia (consultar aqui), encontram-se alinhadas com a Agenda 2030 das Nações Unidas e com os seus Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

• “Resolução do Conselho relativa à prossecução do desenvolvimento do Espaço Europeu da Educação para apoio a sistemas de educação e formação orientados para o futuro” (consultar aqui);
• “Conclusões do Conselho sobre o papel fundamental das políticas de aprendizagem ao longo da vida na capacitação das sociedades a fim de dar resposta à transição tecnológica e para a economia verde apoiando o crescimento inclusivo e sustentável” (consultar aqui).